terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Juventude.

Algumas vezes eu desejo estar a uns trinta anos atrás, quando resolvo olhar ao meu redor e ver o que acontece com o mundo atual. Não estou falando de política, de fome, greves, guerra, estou olhando para os meus 'semelhantes'. Sim, os jovens de hoje. Um tipo engraçado são os "pseudo-punks". Tudo bem usar camisetas do Sex Pistols ou Ramones, os punks da época, ou curtir o estilo. Mas acho engraçado os tais "punks" revoltados com a sociedade, escolas, pais. Tudo bem que, moramos em um país com muitos problemas, mas, o punk é nacionalista e eles usam as roupinhas da Inglaterra, picham coisas como ' V1D4 L0K4, anarkia' e sem uma ideia produtiva para se intitular punk. Voltando ao assunto, além de tais jovens revoltados, existem as garotas novas, que adoram usar e abusar roupas indecentes ainda jovens, provocar, sair, beber e fazer coisas que, na sua idade antigamente, as meninas brincavam de boneca ou iriam estudar para ter uma vida digna. O que mais acho engraçado, é que, estas mesmas meninas, depois que contraem doenças, têm filhos aos 13 anos ou ficam com má fama querem se achar no direito de reclamar que não acham o homem certo, ninguém que as dê o "tão merecido valor". As mulheres mais velhas, criadas em outra época procuram uma intelectualidade, alguém digno ou não apenas casual, e as garotas novas, no início de sua puberdade ou antes disso, influenciadas por mídia - algumas cantoras como Britney que usa roupas curtas e fica rebolando achando que está arrasando, amigas, entre outras coisas querem 'aproveitar' esta liberdade que agora é praticamente dada pelos pais.Liberdade também é levada ao pé da letra, pois liberdade é fazer o que convém, é ter a responsabilidade para assumir seus atos e erros, e não fazer qualquer coisa que vier à cabeça. Mas, o problema que acho nisso é a falta de conversa dos pais, de alerta e também uma falta de autoridade, exemplo da falta de hierarquia. Os pais estão tentando ser amigos dos filhos com medo da revolta na adolescência, que algumas vezes é normal - se não for exagerado, pois é uma época de descobertas, mas, os jovens de hoje acham que 'a melhor fase da vida' se resume em sair, beber e fazer coisas bobas para impressionar seus semelhantes e não compreendem que esta época é boa para absorver mais conhecimento também. Isto gera esta juventude atual que não condiz com a idade. Eu acabo me decepcionando com tal coisa. Um Brasil repleto de jovens intelectuais, críticos ainda estão em seus sonhos.

5 comentários:

  1. Gostei desse post, Shizu.
    Já falei sobre algo parecido, mas apenas relacionado às garotas de 13 anos. xD~
    De toda forma, continue assim. \o

    ResponderExcluir
  2. This is it. Congratulations. Please, add more posts like this one.

    ResponderExcluir
  3. Verdade...

    É um culto alucinado pelas "vantagens" em se ser jovem...

    Mas veja por um lado interessante: O fato de "a adolescência ser a melhor fase da vida" não é lá muito verdadeiro, mas ainda é melhor do que ficar a vida toda esperando por uma fase ideal que nuca chega...

    É a velha história do ser feliz ou estar certo ;)

    Adorei seu cantinho :)

    ResponderExcluir
  4. Parabens! Mais uma vez, me surpreendeu ;*

    ResponderExcluir
  5. "Liberdade também é levada ao pé da letra, pois liberdade é fazer o que convém, é ter a responsabilidade para assumir seus atos e erros, e não fazer qualquer coisa que vier à cabeça."

    Esta foi a frase que mais me chamou a atenção e gostei dos outros textos também.

    ResponderExcluir